PF diz que navio Bouboulina é responsável pelo vazamento de óleo e não a Venezuela como dizia Bolsonaro
01/11/2019 15:38 em Política

Juiz federal Francisco Eduardo Guimarães Farias, da 14ª Vara Federal em Natal (RN) determinou busca e apreensão na Lachmann Agência Marítima, que foi agente da Delta Tankers no Brasil, operadora do navio mercante Bouboulina, de bandeira grega, que é apontada como responsável pelo vazamento de petróleo que mancha as praias do Nordeste

Depois de quase um mês do governo Jair Bolsonaro acusar o governo da Venezuela de ser responsável pelo óleo vazado nas praias do Nordeste, a Polícia Federal afirma que o navio mercante Bouboulina, de bandeira grega e propriedade da empresa Delta Tankers, é o responsável pelo desastre.

Diante disse, o juiz federal Francisco Eduardo Guimarães Farias, da 14ª Vara Federal em Natal (RN) determinou busca e apreensão na Lachmann Agência Marítima, que foi agente da Delta Tankers no Brasil. Outra empresa foi também alvo dos procedimentos autorizados pelo juiz, a Witt O Brien’s. Ambas as firmas ficam no centro do Rio de Janeiro.

De acordo com a PF, a suspeita é de que o derramamento de óleo tenha ocorrido entre 28 e 29 de julho, e a única embarcação identificada foi o navio petroleiro que navegou pelo local, de bandeira grega. A embarcação atracou na Venezuela em 15 de julho, permaneceu por três dias, e seguiu rumo a Singapura, pelo oceano Atlântico.

 

Por fim, apartou apenas na África do Sul. O derramamento investigado teria ocorrido nesse deslocamento.

Fonte: Site Brasil 247

COMENTÁRIOS
APOIO CULTURAL