O (Des)caso Marielle e Anderson
14/03/2022 10:23 em Cidadania

Após quatro anos, não se sabe o básico. Quem mandou matar Marielle? Sem isso não chegamos ao motivo, e nem ao enigma por trás das interdições na investigação débil diante dos questionamentos de uma nação inteira.

Houve extravio de armas e munições tiradas de dentro da PF para execução do crime em ação coordenada de desativação das câmeras de segurança que cobriam o trajeto que Marielle e Anderson percorreram antes de morrer.

Em vez de cooperar, MPF e MPE digladiam. Por quê? Os dados solicitados pelo MPRJ e pela Polícia Civil não foram entregues e, desde a execução, inúmeras trocas aconteceram no comando da Delegacia de Homicídios do RJ.

Os pedidos sobre o Caso Marielle feitos pelo Alto Comissariado de Direitos Humanos das Nações Unidas foram ignorados assim como as recomendações da Comissão Externa do Congresso Nacional não foram encaminhadas.


Da redação RBA Litoral:
Douglas Martins. Jornalista e Advogado

 

COMENTÁRIOS
APOIO CULTURAL